Como encarar os desafios da vida?

12 jul

Recentemente li o livro “Man’s search for meaning” (Em busca de sentido) do psiquiatra austríaco Viktor Frankl, sobrevivente do campo de concentração nazista de Auschwitz na Segunda Guerra Mundial.  Quero compartilhar algumas idéias sobre este livro, pois acredito que pode fazer a diferença na forma de encararmos os desafios da vida

A Idéia de Dr. Frankl foi compartilhar com as pessoas o que podemos aprender quando a mente humana é submetida a condições extremas de dor e sofrimento. A mensagem do livro é que devemos dizer “sim” a vida, pois ela mantém um significado potencial sob qualquer condição, mesmo a mais miserável.

A fórmula matemática para encarar os desafios da vida pode ser traduzida da seguinte forma:

Desespero = SofrimentoSignificado

As pessoas que encontram um significado mediante os desafios a que são submetidos tem uma enorme capacidade de criar força, coragem e resiliência.

Quero propor um rápido exercício de reflexão:

  1. Pense em um grande líder da humanidade ou alguém de sua vida pessoal que você tem grande admiração. Pare um minuto para fazer isso. Acredito que vale a pena!
  2. Que qualidade(s) você admira nesta pessoa? Coragem? Compaixão? Disciplina? Resiliência? Coloque sua atenção nesta pessoa para perceber o que é exatamente.
  3. Do que esta pessoa precisou para demonstrar tal(is) qualidade(s)? De uma vida calma e pacata ou grandes desafios ?
  4. Você acredita que ela encontrou um significado maior ao lidar com estes desafios? Ela compartilhou os aprendizados para ajudar e inspirar outras pessoas?

Quando as pessoas não ficam conscientes do que estão aprendendo, não percebem que habilidades precisam desenvolver para encarar os desafios ou perdem a esperança em encontrar um significado maior na situação que estão enfrentando, ficam mais suscetíveis a doenças e podem até pensar em tirar a própria vida.

Dr. Frankl afirma que tudo pode ser tirado de uma pessoa, menos uma coisa: a última instância da liberdade humana – escolher a sua atitude em qualquer situação. Por tudo isto, se você está enfrentando desafios em sua vida pessoal ou profissional tente ficar consciente de suas escolhas e responda para si mesmo:

  1. O que estou aprendendo?
  2. Que habilidades preciso desenvolver para lidar com esta situação? Vou sentir que sou uma pessoa melhor quando tiver feito isso?
  3. Como posso fazer disto uma forma de amenizar o sofrimento de outras pessoas?

Abaixo compartilho uma entrevista de Viktor Frankl (legendado) para quem quiser explorar um pouco mais.

Parte I

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Parte II

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Forte abraço e sucesso!

Clique aqui para se cadastrar e receber novos artigos por e-mail ou siga-me no twitter.

Anúncios

19 Respostas to “Como encarar os desafios da vida?”

  1. Alex Santos 13/07/2011 às 11:40 AM #

    Bom dia!
    Muito pertinente seu iniciativa Caio.
    Parabéns.

  2. Monica Amaral 13/07/2011 às 3:33 PM #

    Caio, ótima reflexão!

  3. Marcelo Fernandes 15/07/2011 às 11:01 AM #

    Assisti um filme chamado fuga de sobibor há muito tempo também baseado nos campos de concentração na segunda guerra.Filmes como este te leva a uma reflexão muito grande sobre o que somos e onde queremos chegar.

  4. Bruno Daniel 15/07/2011 às 11:02 AM #

    Parabens, muito boa sua iniciativa!

  5. Priscila Viana 15/07/2011 às 11:10 AM #

    me interessei pelo livro!..obrigada pela dica, Caio! ..Abs.,

  6. Elessandra 15/07/2011 às 11:12 AM #

    Muito bom mesmo! tks

  7. Rosimere Azevedo 17/07/2011 às 12:40 PM #

    Obrigada pela dica! Me interesso muito pelo tema, vou procurar este livro pra comprar.

  8. Renato Salles 21/07/2011 às 11:16 AM #

    Caio Cesar,
    Excelente o seu artigo sobre o livro. Estou compartilhando com meu networking.
    Colocarei este livro na lista dos que pretendo ler.
    Obrigado por compartilhar conosco.
    Abraço!

    • Carmen Santos 22/07/2011 às 4:57 PM #

      Oi Renato, li este livro no ano passado ele é muito bom! Vale a pena. Abraços

  9. Cassio Morelli 25/07/2011 às 1:04 PM #

    Gostei da indicação – acho fundamental que (além de cada um se conhecer melhor, saber de suas habilidades e características), saiba entender e ter uma atitude positiva. Até para não ir muito longe: o pianista e maestro José Carlos Martins e o publicitário (entre outras atividades) José Luiz Tejon (admiro ambos) – são pessoas de nosso país, que estão aí demonstrando que é possível sim, seguir em frente quaisquer que sejam as circunstâncias – e tem uma característica muito legal – sabem sorrir e passar coisas positivas para cada um de nós. Obrigado pela dica Caio!! Abs

  10. alexandre@kling.com 25/07/2011 às 1:05 PM #

    Muito bom seus comentários sobre o livro Caio!!!

  11. Angela Moreira 25/07/2011 às 1:06 PM #

    Gostei muito Caio! Quando as pessoas perdem de vista aquilo que estão aprendendo com os desafios enfrentados, acham que estão sendo penalizadas por algo e de imediato acham que estão sendo injustiçadas – já que não fizeram nada para sofrerem tamanho castigo – e que por isso o mundo deve a elas uma reparação passando a responder às situações a partir deste olhar. Este é o comportamento dos “vitimizados pela sorte”, dentro e fora das empresas e a atitude reativa a qualquer feedback advém desta postura.

  12. Lorival Costa 25/07/2011 às 1:07 PM #

    Caio… Recentemente enfrentei um grande desafio profissional em minha vida e somente tirei proveito e passei a me sentir bem quando me dei conta do quanto eu estava aprendendo e me desenvolvendo… Excelente suas considerações…

  13. Caio Cesar Santos 25/07/2011 às 1:09 PM #

    Oi Pessoal,

    Considero o Viktor Frankl um daqueles personagens que fazem a diferença na vida de gerações. Usar o sofrimento extremo para beneficiar pessoas a enfrentarem seus desafios da vida, para mim, é um algo que toca na alma.

    Na minha experiência a dificuldade é manter a consciência no calor do momento: escolher a resposta a cada pensamento, palavra e ação é o laboratório da vida.

    Agradeço os valiosos comentários e repasso os agradecimentos para o Viktor. Uma das frases que gosto muito é: se hoje posso enxergar mais longe é porque estou apoiado nos ombros de gigantes.

    Forte abraço e sucesso a todos

  14. Marcelo Borges 26/07/2011 às 9:21 PM #

    Caio, obrigado pela a sugestão. Muito bom!

  15. Ana Riveiro 27/07/2011 às 10:59 AM #

    Caio, obrigado pela a sugestão. Muito bom!

  16. Luiza Garcia 01/08/2011 às 9:56 AM #

    Caio,

    Boa dica! Vou comprar esse livro!

  17. Anderson Camargo 01/08/2011 às 9:58 AM #

    Como diria Friedrich Nietzsche – ” O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte”.

  18. Juliana Garcia 07/10/2011 às 1:03 PM #

    Victor Frankl é uma daquelas figuras que fazem real diferença, por sua experiência, por seu exemplo e sua disposição em compartilhar tudo isso de maneira transformadora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: